Menu
Your Cart

Espada Sancho IV, O Bravo | Espadas Medievais

Espada Sancho IV, O Bravo | Espadas Medievais

É um achado significativo; é um florete da Idade Média cortado e pontiagudo do século XIII.


A espada foi descoberta em condições quase perfeitas. É uma arma luxuosa para a época, digna de um rei castelhano. Como este era um costume posterior entre os ferreiros, não há marca ou carimbo do ferreiro que o forjou.


Ela, juntamente com a coroa e a almofada do mesmo enxoval, está exposta no Museu da Tapeçaria da Catedral de Toledo.


A precisão de lascamento e polimento espelhado é destacada pela lâmina.


  • Montagem- Uma montagem tradicional cruzada com braços caídos e um pomo lobado.


Em ambos os lados da cruz está cinzelada uma luxuosa decoração, provavelmente uma inscrição árabe que se repete sem ordem.


  • Punho- O punho é decorado para combinar com o resto da arma e o brasão de Castilla y León.


Sancho IV era um homem alto, a julgar pelos seus ossos, pelas medidas do punho, que correspondem à mão de um homem de estatura mediana. Isso faz com que se pergunte se, como a coroa, a espada foi herdada de seu pai.


  • Pomo- Todo cinzelado, com lindas rendas árabes nos dois círculos de suas faces e os mesmos motivos repetidos nas faces laterais dos cones como na cruz.


Com a morte de seu pai, o rei Afonso X, Sancho IV de Castela (1258-1295), chamado "el Bravo", coroou-se rei de Castela e Leão na Catedral de Toledo (1284), apesar de ter sido deserdado por divergências com ele. Casou-se com Mara de Molina, que teria um papel fundamental no reinado de seu marido e na menoridade de seu filho Fernando.


Morreu de tuberculose em Toledo (1295) aos 37 anos, e foi sepultado na Capela de Santa Cruz da Catedral de Toledo, que mandou construir. O Cardeal Cisneros (século XV) construiu a Capela Principal da Catedral em seu lugar e transportou os ossos para o mausoléu ao lado da Epístola do Presbitério de Diego de Copn.


Numa escavação arqueológica em busca dos restos mortais de D. Sancho II de Portugal, foram descobertos os restos mortais de D. Sancho IV (1947). Eles foram mumificados em boas condições e vestidos com um hábito franciscano com uma corrente franciscana na cintura. O real usava uma coroa de prata dourada incrustada com camafeus romanos e safiras durante sua vida, e ele devia ter mais de dois metros de altura. Ao lado do cadáver foi encontrada uma espada com cabo dourado, com inscrição gravada na lâmina, da qual apenas algumas partes foram retidas devido à lâmina estar enferrujada em alguns pontos. O comprimento da espada, que não se correlaciona com a alta estatura do soberano e uma referência documental à coroa de seu avô Fernando III sugerem que ele teria herdado ambos os itens.

General Specifications
Material aço inoxidável
Comprimento 102 cms
Bainha Não
Afiada Não

Escreva uma Valoração

Por Favor, faça login ou registre-se para valorar
  • Stock: Envio: 1-2 semanas
  • Model: 91918
  • Weight: 1.00kg
163.80€
182.00€
Ex IVA: 135.37€
Configuração de cookies!
Os cookies nos ajudam a oferecer 100% do funcionamento do site. Aceite e terá todas as funções da nossa loja. Mais informações clicando AQUI.